The growth of LibreOffice over Microsoft Office

6 03 2012

LibreOffice after one and half-years as an open source office productivity suite has grown from being just a fork of OpenOffice.org (OOo) and emerged as an independent tool for those who prefer the openness and scope of work copyleft offers over claustrophobic copyright licenses and proprietary software. Following the game-changing split and backing by The Document Foundation (TDF) LibreOffice has over 25,000 code commits and 330 contributors. Secondly, it has over 15million Linux OS users, a further 10 million users are split between Microsoft (90-percent) and Mac OS X (5- percent).

Read the Full Story@unixmen





KDE Software Compilation 4.4.0 (Codename: “Caikaku”) Lançado

9 02 2010

9 de Fevereiro de 2010.

Hoje a comunidade KDE anuncia a disponibilidade imediata do KDE SC 4.4, "Caikaku", trazendo uma coleção inovadora de aplicações para os usuários de Software Livre. Novas tecnológias foram introduzidas, incluindo redes sociais e ferramentas de colaboração online, uma nova interface orientada a netbooks e inovações infra-estruturais como o framework de autenticação KAuth. De acordo com o sistema de bugs do KDE, 7293 bugs foram corrigidos e 1433 novas requisições de ferramentas foram implementadas. A comunidade KDE gostaria de agradecer a todos que tornaram o lançamento dessa versão possível.

Ler as informações de lançamento em português do Brasil





KDE Software Compilation 4.3.4 Release Announcement

2 12 2009

KDE Community Ships Fourth Translation and Service Release of the 4.3 Free Desktop, Containing Numerous Bugfixes, Performance Improvements and Translation Updates

December 1st, 2009. Today, KDE has released a new version of the KDE Software Compilation (KDE SC). This month’s edition of KDE SC is a bugfix and translation update to KDE SC 4.3. KDE SC 4.3.4 is a recommended upgrade for everyone running KDE 4.3.3 or earlier versions. As the release only contains bugfixes and translation updates, it will be a safe and pleasant update for everyone. Users around the world will appreciate that KDE SC 4.3.4 is more completely translated. KDE 4 is already translated into more than 50 languages, with more to come.

KDE SC 4.3.4 has a number of improvements:

  • A bugfix in Plasma’s pixmap cache makes the workspace more responsive
  • Okular, the document viewer improved stability in certain situations
  • Marble, the desktop globe has seen some polish
  • Passphrases with non-ASCII characters have been fixed in the KGpg encryption tool

The changelog has more, if not exhaustive, lists of the improvements since KDE SC 4.3.3.

Full release announcement





KDE 4.3.0 esta cá fora

4 08 2009

1720-5299KDE 4.3.0 is out, and it is a great release. It is unlikely that any one specific thing will strike the user as the most noticeable improvement; rather, the overall user experience of KDE has improved greatly in KDE 4.3.0.

The release’s codename, Caizen, is a Japanese philosophy that focuses on continuous improvement throughout all aspects of life. That has been the goal of the KDE team for 4.3.0: polish, polish, polish. The statistics from the bug tracker speak for themselves: 10,000 bugs have been fixed. In addition, close to 63,000 changes were checked in by a little under 700 contributors. That is not to say that the KDE team did not add a large number of new features: 2000 feature requests were implemented in the past 6 months, meaning that any user’s pet feature might well be among the improvements KDE 4.3.0 brings.

kde430-inspired

Full release announcement





A Semana do Linux Desktop – Duas Visões

7 06 2009

1720-5299Jim Zemlin o Director Executivo da Linux Foundation refere no seu Blogue que já não é preciso  declarar o ano do Linux.

“Tendo passado a semana na Computex onde são mostradas todas as coisas que as pessoas irão encontrar no BestBuy e Amazon daqui a 6 meses, torna-se claro que o Linux tem um papel muito importante nos Desktops. ”

“Instant On”

Tal como preveu o ano passado o Linux virá até nos Portáteis com o Windows Vista e Windows 7 graças a tecnologias como Fastboot da Phoenix,  Splashtop da DeviceVM ou a Presto da Xandros.

Zemlin Justifica a necessidade destas tecnologias devido ao facto dos consumidores estarem fartos de esperar minutos para que o Windows arranque quando querem  apenas consultar o email ou navegar na Internet – qualquer destas tecnologias o possibilitam em menos de 5 segundos usando um sistema Linux embebido na própria  placa mãe.

Ler entrada no blogue

_________ // ___________\\_________

Em contrapartida este senhor que aparentemente esteve também na mesma computex  continua à procura dos famosos Netbooks com Linux e processadores ARM. Desconfio eu que seja um erro de ASP da página da PCMAG.com

Why Hyperspace





A todos os amigos e familiares

18 03 2009

dell-logoQuando vos sair o Euromilhões ou não souberem o que fazer com o dinheiro extra que vos assola a carteira e os bolsos 😉

Lembrem-se : –  Eu quero um brinquedo destes

161361-dell_adamo_2_original

P.S: Em troca eu dou-vos:

  • Autocolante do Windows Vista ( Sai bem com um spray congelante )
  • CD de recuperação e uma cópia do Hasta La Vista
  • Um Portátil ACER(1) Aspire com 2GB de memória, disco de 100GB e ATI X700 com 256MB dedicadas, Pentium(R) M processor 1.73GHz
  • Um belo de um sorriso de agradecimento, 1 ou 2 imperiais e um pratinho de tremoços ( oferece o Sr. coisinho ).

    (1) Como novo, só tem à volta de 3 cafés, 1 coca-cola(tm) entornados em cima do teclado.





    Patentes impedem inovação – prejudicam economia

    12 03 2009

    tux_book_circleAs patentes e leis de direitos reservados estão a prejudicar a inovação e a ameaçar a economia global

    Este é o conteúdo de um novo livro que pode ser descarregado gratuitamente e que foi escrito por dois economistas da Universidade Washington em St. Louis, Estados Unidos da América.
    Michele Boldrin e Dakid K. Levine pedem o fim do sistema actual de patentes de forma a que as inovações necessárias possam ser feitas de modo a que se possa combater a actual recessão económica e salvar a economia mundial.

    São situações actuais como o caso da Microsoft contra a TOM TOM que impedem a livre evolução de tecnologias e produtos, pondo em risco postos de trabalho e a criação de emprego.
    O sistema actual de patentes impede que pequenas empresas que tenham produtos inovadores possam concorrer livremente no mercado com produtos novos contra os “dinossauros” das patentes.

    O livro em inglês pode ser descarregado aqui.

    Discussão e mais informação