Rede espiou computadores de 103 países, incluindo Portugal

29 03 2009

virusUma rede de espionagem electrónica acedeu ilegalmente a quase 1.300 computadores de 103 países, incluindo Portugal, concluiu um estudo levado a cabo por investigadores do Information Warfare Monitor (IWM), uma organização canadiana.

A rede, que operava essencialmente a partir da China, infiltrou-se, principalmente, em computadores de Ministérios dos Negócios Estrangeiros, embaixadas e de entidades ou personalidades associadas ao Dalai Lama, líder espiritual dos tibetanos. O IWM, que estudou a rede ao longo de 10 meses, refere, contudo, que não conseguiu determinar se a rede era operada com conhecimento do Governo chinês.

O estudo foi desencadeado após um pedido do gabinete do Dalai Lama, que pretendia saber se os computadores de figuras de destaque da causa tibetana estavam a ser alvo de infiltrações.

O IWM determinou que ente os computadores alvo de infiltração contam-se ministérios de países como o Bangladesh, Barbados, Brunei, Butão, Filipinas, Indonésia, Irão e Letónia. Entre os alvos incluíam-se ainda embaixadas de Portugal, Alemanha, Chipre, Coreia do Sul, Índia, Indonésia, Malta, Paquistão, Roménia, Tailândia e Taiwan.

Texto retirado do Diário Digital

Embora no artigo na BBC não falem em que sistemas foram comprometidos tendo em conta que foram detectados vários Malwares tudo leva a crer que os sistemas infectados sejam os do nosso irmão da Microsoft, também conhecidos pelo elo mais fraco.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: